Top 10 Tendências Para Casa Com Piso De Madeira

Top 10 Tendências Para Casa Com Piso De Madeira

Quando procuramos por um piso novo de madeira para nossa casa fica claro o que é mais importante: autenticidade. Um visual cativante ou apenas estilo não é o suficiente. Enquanto o consumidor se preocupa com a durabilidade e o valor do piso, ele também quer algo mais do que isso. Ele escolhe o piso de madeira por que isso revela mais sobre o seus gostos, valores e o que é importante para eles.

Tudo isso para falar de piso? Sim.

Esse Top 10 de tendências para casas com piso de madeira não é simplesmente moda ou para impressionar o vizinho do lado. Ao invés disso, esse Top 10 reflete o desejo do proprietário de trazer a arte da natureza para dentro da sua casa para poder aproveitar a autêntica beleza natural.

1. Autenticidade no piso de madeira da casa

Armstrong Hardwood

Esse é o destaque das tendências para piso de madeira de hoje, a por uma boa razão. Nessa era de telefones inteligentes, tecnologia e mudanças constantes, onde nós encontramos calma e equilíbrio? Muitos de nós olhamos para a natureza e desejamos tempos de calma.

Autenticidade está por trás de um desejo por pisos que tiram sua inspiração do passado, nos encanta, ou nos ajuda a viver vidas mais sintonizadas com a natureza. Isto leva a escolhas por pisos de madeira como esses:

- Réguas largas, com texturas, relevos e veios aparentes. Isto reproduz os pisos tradicionais, retornando aos bons tempos.

- Piso de madeiras exóticas: são espécies de árvores não usuais de várias partes do mundo.

- Bambu e cortiça. Embora não sejam pisos de madeira maciça, estes também são produtos da natureza. Não é necessário cortar árvores para produzir essas substâncias.

Cada um desses tipos de piso conta uma história sobre você e seus valores.

2. Piso de Madeira Texturizado (handscraped)

Bruce Hardwood

Durante o século dezenove, o acabamento da superfície dos pisos de madeira era trabalhado a mão com facas manuais. Eram simplesmente lâminas achatadas com cabos de madeira. Deslizando essas lâminas na madeira, o carpinteiro raspava finas lâminas de uma peça de madeira, suavemente deixando a superfície mais lisa. Inevitavelmente as marcas da raspagem ficavam na superfície, mostrando para as gerações seguintes  que aquele pedaço de madeira foi trabalhado à mão.

As marcas de raspagem são comumente encontradas em pisos de madeira de demolição de antigas estruturas. Esses sinais de outros tempos contam uma história sobre a carpintaria, que agora é reproduzida pelos fabricantes de hoje, que produzem placas com veios de raspagem, para dar aquela sensação de uma peça de madeira selvagem tradicional.

Esses belas marcas genuinamente reproduzem um visual autêntico do passado. Os pisos com texturizados de hoje são também diferenciados para andar descalço. Em cada passo você pode sentir leves variações da superfície – os pés experimentando as habilidades do carpinteiro.

3. Réguas mais largas:

Homer Wood

Da próxima vez que você estiver andando por uma construção histórica, lhe como as réguas de madeira são largas. Ao invés dos 7 a 10 cm de hoje, antigamente tinham de 13 a 20 cm de largura – ou mais – dependendo da espécie de madeira.

A razão é fácil de entender. As árvores eram muito mais maduras quando eram cortados nos velhos tempos, o que significa que eram mais largas. A maioria das árvores antigas foram cortadas ou estão protegidas por leis ambientais. Então as madeiras para pisos são mais finas e as tábuas largas são raras.

No entanto, as tábuas mais largas, acima de 10 cm, oferecem uma beleza mais autêntica do que peças finas. Então os fabricantes estão encontrando maneiras de fazer pisos de madeira com tábuas mais largas. Isso cria uma sensação mais calma e é uma dica chave para criar ambientes aconchegantes.

4 – Piso de Madeira Desgastado

Anderson Hardwood

Os pisos de madeira desgastada de hoje imitam aquele aspecto de madeira usada reaproveitada.

Este moda os pisos de madeira desgastados tem atualmente suas raízes nos anos 90 quando a madeira reaproveitada de casas antigas e construções comerciais surgiu no como um investimento atrativo. Esses estruturas construídas a muitas décadas forneceram tábuas antigas e de boa qualidade, marcadas por décadas de uso e desgaste. Os veios, as manchas, furos de prego, lascas foram as cicatrizes da autenticidade.

Pelo interesse em características especiais trazidas pelos pisos antigos, os proprietários das casas de hoje estão mostrando a sua admiração pelos tempos a habilidade reinava, ao invés da tecnologia.

5. Piso exóticos de madeira

Anderson Hardwood

A madeira exótica apela para um outro tipo de autenticidade. O que nos conquista nesse caso é a arte da natureza. Como é possível as madeiras oferecerem tal elegância nas suas formas e ainda poderem ser usadas como piso?

Há madeiras com listras rajadas e escuras, a profundidade da cerejeira, a beleza rica da teca. Há beleza para todos os gostos.

Adicionalmente a essas madeiras autênticas, os fabricantes estão criando formas de cortar e colorir as madeiras para imitar muitas madeiras exóticas. Isso permite proprietários obterem a aparência que querem sem arriscar espécies raras de madeira na natureza.

6. Acabamentos mais resitentes

Anderson Hardwood

Ao admirar um piso novo de madeira, você vê essa beleza natural, de cor sedutora, e brilho profundo. É tão bom andar sobre a madeira. Mas a superfície trabalhada que você pisa é na verdade um acabamento limpo formulado para ser resistente, pulverizado sobre a madeira e levado ao forno para um acabamento rígido como ferro.

O excelente acabamento de fábrica feito com poliuretano utiliza várias camadas desse material para aumentar a durabilidade. A superfície acabada fica até 10 vezes mais rígida do que um piso acabado no local. Com acabamento pronto de fábrica você também irá evitar odores de solventes além dos transtornos de fazer o acabamento do piso de madeira na casa onde será instalado.

Assim que o piso pronto de madeira é instalado ele pode ser utilizado.

7. Piso estruturado de madeira

Armstrong Hardwood

A sabedoria convencional prefere a madeira maciça pois ela pode ser lixada e reformada muitas vezes. Parece impressionante. Mas qual foi a última vez que você reformou um piso de madeira? Provavelmente não e nem tem planos para fazer isso.

A menos que você tenha planos de viver na mesma casa por 15 anos ou mais, o piso estruturado de madeira é uma boa opção. O piso estruturado é construído com camadas de fibra de madeira. Por cima dessa estrutura e afixada uma capa de madeira maciça de 3 a 5 mm. O que permite uma economia no uso da madeira nobre.

A maioria dos pisos estruturados já vem envernizados e são muito fáceis de instalar. Podem ser afixados ao chão com cola ou com pregos. Também podem ser instalados como piso flutuante, um modo muito rápido de colocar o piso de madeira. Independente da forma de instalar o piso, esse tipo de piso oferece um visual de madeira natural por um custo acessível. Esses pisos  podem ser lixados e envernizados algumas vezes, mas depois de algum tempo precisam ser substituídos. Esse piso também é dimensionalmente estável, por isso dificilmente empena ou racha.

8. Sustentabilidade: cortiça e bambu.

Teragren Bamboo

A preocupação ambiental molda o modo como vivemos hoje, as leis que seguimos, e o que valorizamos. O piso de madeira faz parte dessa discussão para os proprietários de casas que querem colaborar na preservação das riquezas naturais.

Os tempos de cortes na mata virgem estão acabando e os fabricantes estão se voltando para as florestas manejadas, pisos estruturados, e tipos diferentes de madeira para o suprimento de materiais. Se você quer um piso de madeira exótica, você provavelmente terá que se contentar com madeira comum acabada para imitar as espécies exóticas. Ou você pode escolher o bambu ou cortiça, que tem uma aparência de madeira maciça, mas sem precisar fazer derrubada de árvores. Ao invés disso o bambu se regenera após o corte. A cortiça é feita de casca de madeira, que também se recompõe depois de ser extraída.

A preocupação ambiental está impactando a forma como a madeira é produzida. Governos, grupos ambientalistas e os líderes da indústria estão adotando certificados para validar a sustentabilidade da madeira.

9. Cores para o piso da sua casa

Armstrong Hardwood Floor

O piso de madeira não precisa ser aquele marrom monótono. A grande variedade de cores no mercado inclui vários tons de branco, marrom, preto, cinza, e vermelho.

Piso coloridos permitem mais flexibilidade na criação do estilo de decoração. Por que as cores deveriam se limitar às paredes? Piso cheios de core, por outro lado, permitem cômodos que expressam autênticos desejos, senso de estilo e personalidade do proprietário ou designer.

Podemos resumir da seguinte forma: “eu quero do meu jeito”. E você com certaza pode fazer.

10. Custo do piso

Bruce Hardwood Flooring - Kennedale

Para alguns fabricantes, revendedores, e até mesmo consumidores, o que importa é conseguir o menor preço possível. Mas aí você pode perder o alvo. Você pode economizar algum dinheiro na compra, mas pode fazer uma economia inútil se tiver depois que gastar com manutenção, reparos e reposição de peças ao longo do tempo.

Valor é conseguir um produto de qualidade pelo melhor preço. Para fazer isso, olhe para os fabricantes que estão comprometidos com a qualidade. Procure pelas marcas respeitadas que estão constantemente aperfeiçoando seus produtos e compravam isso na sua garantia. O valor real tem um custo e comprar pensando apenas no preço baixo pode custar ainda mais.

fonte: http://www.fcnews.net/2012/06/top-10-hardwood-flooring-trends/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>